domingo, 6 de fevereiro de 2011

Em Reconhecimento

Senhor:
Somos aqueles trabalhadores da última hora, necessitados do Teu carinho e da Tua compaixão.
Estamos dispostos à lavoura do bem, nada obstante encontramo-nos na dependência de muitos fatores que procedem do passado espiritual.
Tu prometeste que, no momento quando duas ou mais pessoas se reunissem em Teu nome, far-Te-ias presente entre elas. Eis-nos aqui, entrelaçando emoções, procurando o caminho seguro para chegarmos à fonte inexaurível da Tua misericórdia, Companheiro sublime, que nunca nos deixas a sós.
Vivenciando a Tua mensagem conforme as nossas limitações, aguardamos que a Tua condução de Pastor leve-nos ao divino aprisco embora a nossa retentiva na retaguarda.
Filhos da alma:
Tende bom ânimo, mantendo a certeza de que nunca estareis a sós.
Aqueles que atendem ao divino chamado vinculam-se ao Condutor Celeste.
Obstáculos e provações fazem parte do processo evolutivo.
Os metais, para suportarem as intempéries, passam pela aspereza do fogo, assim como a argila que, para resistir, sofre a fornalha, e a madeira, para submeter-se, experimenta os cortes lancinantes nas suas fibras…
A gema, que reflete a estrela, sofreu a lapidação.
Também a alma, meus filhos, depois dos camartelos do sofrimento e das asperezas que lhe retiram as imperfeições, passa a refletir a Estrela polar do amor.
Nunca vos desespereis! …
Existem Benfeitores queridos que vos assessoram, que participam das vossas noites insones e das angústias dos vossos corações.
Aprendei a ouvi-los, sintonizando com esses anjos tutelares através da oração, pelo pensamento voltado para o Bem.
O Senhor da Vida, que a todos nos conhece, levar-nos-á com segurança ao porto da paz, se permitirmos que Ele conduza a barca do nosso destino.
Confiai em Deus, meus filhos, entregando-vos ao comando do Seu Filho que é o nosso Mestre e Guia.
Temos estado em nossa Casa aqui, com os companheiros devotados à ação inefável do Bem.
Prossegui!
Não vos atemorize a noite, nem vos produza receio a tormenta.
Tudo passa e o Bem permanece.
Vimos hoje ter convosco para vos alentarmos na luta, a fim de que prossigais intimoratos no Bem.
Jesus confia em nós!
Retribuamos essa confiança mediante o serviço no Bem, rogando a Ele, nosso excelso Mentor, que nos abençoe e nos guarde.
Sou o servidor humílimo e paternal de sempre,

Bezerra.
Mensagem psicofônica que encerrou a Conferência proferida pelo médium Divaldo Pereira Franco, em data de 20.10.2006, na Associação Espírita de Quarteira, Portugal, Grupo O Consolador.