quarta-feira, 4 de abril de 2012

CONFIA EM DEUS

Nunca percas a esperança, por pior a situação em que te vejas. E jamais
condenes alguém que se haja embarafustado no labirinto da provação.
O momento mais áspero de um problema pode ser aquele em que se lhe
descobre a solução. E, em casos numerosos, a pessoa que te parece mais censurável, no
mais grave delito, será talvez aquela que menos culpa carregue na trama do mal que as
sombras entreteceram.
Decerto haverá corrigenda para o erro nas trevas, pelos mecanismos da ordem,
tanto quanto surgirá remédio para os enfermos pelos recursos da medicina.
Observa, no entanto, o poder misericordioso de Deus, nos menores distritos da
Natureza.
A semente sufocada é a que te sustentará o celeiro.
A pedra colocada em disciplina é o agente que te assegura firmeza na
construção.
Aflições e lágrimas são processos da vida, em que se te acrescentam as
energias, a fim de que sigas à frente, na quitação dos compromissos esposados, para
que se te iluminem os olhos, no preciso discernimento.
Nos dias difíceis de atravessar, levante-te para a vida, ergue a fronte, abraça o
dever que as circunstâncias te deram e abençoa a existência em que a Providência Divina
te situou.
Por maiores se façam a dor que te visite, o golpe que te fira, a tribulação que te
busque ou o sofrimento que te assalte, não esmoreças na fé e prossegue fiel às próprias
obrigações, porque se todo o bem te parece perdido, na face da tarefa em que te
encontras, guarda a certeza de que Deus está contigo, trabalhando no outro lado.