sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Fotografia de Espíritos em lugar onde ocorreu massacre

Ao refazer os passos de prisioneiros de guerra aliados durante a segunda guerra mundial, em um episódio que ficou conhecido como a “marcha da morte de Sandakan” em 1945, o major John Tulloch tirou uma foto do que seriam fantasmas de homens em fila, relembrando o episódio que aconteceu há quase sete décadas na região e Bornéu, na Indonésia .

Na imagem, o reflexo do vidro parece formar a imagem de seres esqueléticos, curiosamente no mesmo lugar onde 2.400 militares australianos e ingleses foram obrigados por soldados japoneses a caminharem por 257 Km, enquanto muitos morriam pelo calor, exaustão ou eram degolados ou perfurados por baionetas japonesas. Apenas seis prisioneiros sobreviveram, apenas porque conseguiram fugir.

This post was written by: Franklin Manuel

Franklin Manuel is a professional blogger, web designer and front end web developer. Follow him on Twitter