sexta-feira, 29 de julho de 2011

ESMAGAMENTO DO MAL

“E o Deus de paz esmagará em breve a Satanás debaixo dos vossos
pés.” — Paulo. (ROMANOS, CAPÍTULO 16, VERSÍCULO 20.)

Em toda parte do Planeta se poderá reconhecer a luta sem tréguas, entre o
bem e o mal.
Manifesta-se o grande conflito, sob as mais diversas formas, e, no turbilhão
de seus movimentos, muitas almas sensíveis, de modo invariável, conservamse
na atitude de invocação aos gênios tutelares para que estes venham à
arena combater os inimigos que as atordoam, prostrando-os de vez.
Solicitar auxílio ou recorrer à lei da cooperação representam atos louváveis
do Espírito que identifica a própria fraqueza, contudo, insistir para que outrem
nos substitua no esforço, que somente a nós outros cabe despender,
demonstra falsa posição, suscetível de acentuar-nos as necessidades.
Satanás, representando o poder do mal, na vida humana, será esmagado
por Deus; todavia, Paulo de Tarso define, com bastante clareza, o local da
vitória divina. O triunfo supremo verificar-se-á sob os pés do homem.
Quando a criatura, pela própria dedicação ao trabalho iluminativo, se
entregar ao Pai, sem reservas, efetuando-lhe a vontade sacrossanta, com
esquecimento do velho egoísmo animal, apreendendo a grandeza de sua
posição de espírito eterno, atingirá a vitória sublime.
O Senhor Todo-Paternal já se entregou aos filhos terrestres, mas raros
filhos se entregaram a Ele. Indispensável, pois, não esquecer que o mal não
será eliminado, a esmo, e sim debaixo dos pés de cada um de nós.