quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

NATAL DO VENCEDOR

 
O Homem plantou Ódio, tenda em tenda;
O Ódio fez um conflito em graves crises,
Exterminando aldeias infelizes,
Sem ninguém que as preserve ou que as defenda.
 
Chegam conquistadores...Nova senda:
Ódio e Guerra por todos os países...
Vem a Morte e lhes quebra as diretrizes,
Pondo, um a um, sob as cinzas da lenda...
 
Natal!... Promessa e luz de longas eras!...
È Jesus renovando as primaveras
Do amor puro, na Terra jamais visto...
 
Há um só vencedor, ao nosso lado,
Tão vivo agora, como no passado,
O alto Herói, Nosso Senhor Jesus Cristo.
 
 
Psicografia de Francisco Cândido Xavier
Livro: Saudação do Natal
Maria Dolores