quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

NATAL NO TEMPO

A fúria de Ramsés e o ódio de Cambises,
Feras Humanas, sem alguém que as dome,
Conquistando poder, ouro e renome,
Aumentam as lutas infelizes.
 
Passam reis, ditadores e juízes,
Sem que hoje ninguém lhes lembre o nome;
Passam Dante, Leonardo e celebres atrizes,
Sem perceber a Terra que os consome...
 
Só Jesus permanece, ao nosso lado,
Mensageiro de Deus e Herói amado,
Que nos tolera, instrui, ampara e guia...
 
 
Natal é a luz maior que nos alcança,
Doando-nos a fonte da Esperança,
Em cânticos de Paz e de Alegria!...

(Soneto recebido pelo médium Francisco Cândido Xavier,
no Culto do Evangelho no Lar, em sua própria residência,na noite de 22/10/95, em Uberaba, Minas)
 Maria Dolores