segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

William Shakespeare

Obras
"Quando está com raiva tem o direito de estar com raiva,

mas isso não lhe dá o direito de ser cruel."
- "No Poema Você Aprende."
"O homem roubado, que sorri, rouba alguma coisa do ladrão."

"Nós somos feitos do tecido de que são feitos os sonhos."

"A glória do tempo é acalmar os reis em conflito."

"A filosofia é o doce leite da adversidade"

"Nossos corpos são nossos jardins, nossas vontades são nossos jardineiros. "

Principais
Os Dois Cavalheiros de Verona
Hamlet
Otelo
Romeu e Julieta
Timão de Atenas

HAMLET (1603)
"[...]Que nojo o mundo, este jardim de ervas daninhas. [...]"
-
"Dê a todas pessoas seus ouvidos, mas a poucas a sua voz."

"Há algo de podre no reino da Dinamarca".


"É melhor ter um epitáfio ruim do que a maledicência durante a vida."

"Ser, ou não ser, eis a questão: será mais nobre
Em nosso espírito sofrer pedras e setas
Com que a Fortuna, enfurecida, nos alveja,
Ou insurgir-nos contra um mar de provocações
E em luta pôr-lhes fim? Morrer.. dormir: não mais.
Dizer que rematamos com um sono a angústia
E as mil pelejas naturais-herança do homem:
Morrer para dormir... é uma consumação
Que bem merece e desejamos com fervor.
Dormir... Talvez sonhar: eis onde surge o obstáculo:
Pois quando livres do tumulto da existência,
No repouso da morte o sonho que tenhamos
Devem fazer-nos hesitar: eis a suspeita
Que impõe tão longa vida aos nossos infortúnios.
Quem sofreria os relhos e a irrisão do mundo,
O agravo do opressor, a afronta do orgulhoso,
Toda a lancinação do mal-prezado amor,
A insolência oficial, as dilações da lei,
Os doestos que dos nulos têm de suportar
O mérito paciente, quem o sofreria,
Quando alcançasse a mais perfeita quitação
Com a ponta de um punhal? Quem levaria fardos,
Gemendo e suando sob a vida fatigante,
Se o receio de alguma coisa após a morte,
–Essa região desconhecida cujas raias
Jamais viajante algum atravessou de volta –
Não nos pusesse a voar para outros, não sabidos?
O pensamento assim nos acovarda, e assim
É que se cobre a tez normal da decisão
Com o tom pálido e enfermo da melancolia;
E desde que nos prendam tais cogitações,
Empresas de alto escopo e que bem alto planam
Desviam-se de rumo e cessam até mesmo
De se chamar ação [...]"

A Comédia dos Erros (1592-1593)
"A mancha do adultério em mim se alastra. Trago no sangue o crime da luxúria, pois se ambos somos um, e prevaricas, na carne trago todo o teu veneno, por teu contágio me tornando impura".
-
"As queixas venenosas de uma esposa ciumenta são de efeito mais nocivo do que dentada de cachorro louco".

"Sem ser provada, a paciência dura".
-
"As mais belas jóias, sem defeito, com o uso o encanto perdem".

Macbeth (1605-1606)
"A vida é uma história contada por um idiota, cheia de som e de fúria, sem sentido algum."

"Tens medo de nos atos (...) mostrar-te igual ao que és nos teus anelos?"

"Durma-se que as malhas da luva emaranhados de cuidados / A morte da vida de cada dia, banho de trabalho dolorido / Bálsamo da mente ferida, o segundo curso da natureza é grande, / comando nutridor no banquete da vida.

O Rei Lear (1605-1606)
"A cólera também tem privilégios".
-
Péricles (1608-1609)
"É lícito aspirar ao que não se pode alcançar".

Antônio e Cleópatra (1606-1607)
"Pobre é o amor que pode ser contado".
-
"Entre dois beijos abrimos mão de reinos e províncias".
-
Noite de Reis (1599-1600)
"Os amigos me adulam e me fazem de asno, mas meus inimigos me dizem abertamente que o sou, de forma que com os inimigos (...) aprendo a me conhecer e com os amigos me sinto prejudicado".

A Tragédia do Rei Ricardo II (1595-1596)
"Nada me deixa tão feliz quanto ter um coração que não se esquece de seus amigos".



Trabalhos de Amor Perdidos (1594-1595)
"Chorar velhos amigos que perdemos não é tão proveitoso e saudável como nos alegrarmos pelas novas aquisições de amigos".

Henrique VI (1590-1591)
"As águas correm mansamente onde o leito é mais profundo".

As Alegres Comadres de Windsor (1600-1601)
"Devemos aceitar o que é impossível deixar de acontecer".

Conto do Inverno (1610-1611)
"Se os maridos das esposas infiéis desesperassem, enforcar-se-ia a décima parte da humanidade".

Coriolano (1607-1608)
"A adversidade põe à prova os espíritos".

Sonho de uma Noite de Verão (1595-1596)
"O amor não vê com os olhos, vê com a mente; por isso é alado, é cego e tão potente".


Eu já representei a peça e era um elfe.

No entanto, para dizer a verdade, hoje em dia a razão e o amor quase não andam juntos.


Como Gostais (1599-1600)
"Se não te lembram as menores tolices que o amor te levou a fazer, é que jamais amaste".
- Ato I - Cena IV -: Sílvio
"Assim que se olharam, amaram-se; assim que se amaram, suspiraram; assim que suspiraram, perguntaram-se um ao outro o motivo; assim que descobriram o motivo, procuraram o remédio."

O Mercador de Veneza (1596-1597)
"Podeis crer-me, senhor: caso eu tivesse tanta carga no mar, a maior parte de minhas afeições navegaria com minhas esperanças. A toda hora folhinhas arrancara de erva, para ver de onde sopra o vento; debruçado nos mapas, sempre, procurara portos, embarcadoiros, rotas, sendo certo que me deixara louco tudo quanto me fizesse apreensivo pela sorte do meu carregamento."

"O amor é cego, e os namorados nunca vêem as tolices que praticam".

"Sábio é o pai que conhece seu próprio filho."
- William Shakespeare; Mercador de Veneza, O
Tróilo e Cressida (1601-1602)
"Nisto (...) é que consiste a monstruosidade do amor: em ser infinita a vontade e limitada a execução; em serem ilimitados os desejos, e o ato, escravo do limite".

Cimbelino (1609-1610)
"Os motivos do amor não têm motivo".

Outras obras
Os Dois Cavalheiros de Verona
Timão de Atenas
Otelo
Romeu e Julieta
A tempestade
"Sinto a fúria de suas palavras, mas não entendo nada do que você diz."
tradução alternativa: "Eu percebo uma fúria em suas palavras, mas não as palavras."
-
Atribuídas
"Os que muito falam, pouco fazem de bom."
"Ó doçura da vida. Agonizar a toda hora sob a pena da morte, em vez de morrer de um só golpe".
"É uma infelicidade da época que os doidos guiem os cegos".
"Nunca poderá ser ofensivo aquilo que a simplicidade e o zelo ditam.""O bom vinho é um camarada bondoso e de confiança, quando tomado com sabedoria."
"É estranho que, sem ser forçado, saia alguém em busca de trabalho."
"A mulher que não sabe pôr a culpa no marido por suas próprias faltas, não deve amamentar o filho, na certeza de criar um palerma."
"Quem não sabe mandar deve aprender a ser mandado."
"Os improvisos são melhores quando se preparam."
"As coisas mais mesquinhas enchem de orgulho os indivíduos baixos."
"Homens de poucas palavras são os melhores homens."
"O cansaço ronca em cima de uma pedra, enquanto a indolência acha duro o melhor travesseiro."
"Até mesmo a bondade, se em demasia, morre do próprio excesso."
"Vazias as veias, nosso sangue se arrefece, indispostos ficamos desde cedo, incapazes de dar e de perdoar. Mas quando enchemos os canais e as calhas de nosso sangue com comida e vinho, fica a alma muito mais maleável do que durante esses jejuns de padre."
"Sem saber amar não adianta amar profundamente."
"Algumas quedas servem para que nos levantemos mais felizes."
"Quanto mais fecho os olhos melhor vejo;
o dia todo vi coisas vulgares;
mas quando durmo em sonho te revejo;
pondo no escuro luzes estrelares;
tu, cuja sombra faz brilhar as sombras;
pois tanto brilho no negror produzes.
Como podem meus olhos abençoados;
assim te ver brilhar em pleno dia;
quando na noite escura deslumbrados;
dentro de fundo sono eu já te via?
Meu dia é noite quando estás ausente;
e a noite eu vejo o sol se estás presente."
"Mal usada, mesmo a mais dura faca perde o fio."
"Assim que se olharam, amaram-se; assim que se amaram, suspiraram; assim que suspiraram, perguntaram-se um ao outro o motivo; assim que descobriram o motivo, procuraram o remédio."
"Sofremos muito com o pouco que nos falta e gozamos pouco o muito que temos."
"Não há nada bom ou nada mau, mas o pensamento o faz assim."
"A vida é muito curta! Passar esse momento de forma vil seria um desperdício."
"A verdade nunca perde em ser confirmada."
"Acontece que, para ter o que desejamos, é melhor não falar do que queremos."
"O demônio pode citar as Escrituras para justificar seus fins."
"Quem se compraz de ser adulado, é digno do adulador."
"A ambição deveria ser feita de pano mais resistente."
"Os homens têm morrido de tempos em tempos - e os vermes os devoravam, mas não foi por amor."
"Ó poderoso amor! que por alguns respeitos transformas um animal em homem e por alguns outros, tornas um homem em animal."
"Um indivíduo pode sorrir, sorrir, e ser um vilão."
"A beleza persuade os olhos dos homens por si mesma, sem necessitar de um orador."
"A beleza atrai os ladrões mais do que o ouro."
"Que jamais cresça em meu peito um coração que confie num juramento ou numa afeição."
"Não é digno de saborear o mel aquele que se afasta da colméia com medo das picadelas das abelhas."
"Deixe vir o que me aguarda."
"É mais fácil obter o que se deseja com um sorriso do que à ponta da espada."
"A desconfiança é o farol que guia o prudente."
"Todo mundo é capaz de dominar uma dor, exceto quem a sente."
"Os homens deviam ser o que parecem ou, pelo menos, não parecerem o que não são."
"As paixões ensinaram a razão aos homens."
"O sono é o prenúncio da morte."
-
"É melhor um tolo espirituoso do que um espírito tolo."
"'Consciência' é uma palavra usada pelos covardes para incutir medo aos fortes.
"O que chamamos rosa, sob uma outra designação teria igual perfume."
"Ninguém poderá jamais aperfeiçoar-se, se não tiver o mundo como mestre. A experiência se adquire na prática."
"Não chegarão ao ouvido do Eterno as palavras sem sentimento."
"Quase sempre as mulheres fingem desprezar o que mais vivamente desejam."
"Devagar! Quem mais corre, mais tropeça!"
"A lealdade dá tranquilidade ao coração."
"Nossas vidas não contém um minuto, um só, que deva passar sem nos deixar qualquer ventura"
"Nascidos, choramos por nos vermos neste imenso palco de tolos."
"O amor é meramente uma loucura e, na minha opinião, merece uma casa escura e um chicote, como os loucos; a razão pela qual os amantes não são assim punidos curados é que a loucura é tão comum que os homens do chicote amam também."
"Quando fala o amor, a voz de todos os deuses deixa o céu embriagado de harmonia."
"Guardar ressentimento é como tomar veneno e esperar que a outra pessoa morra."
"Lutar pelo amor é bom, mas alcançá-lo sem luta é melhor."