terça-feira, 29 de maio de 2012

ALGUÉM ESPERA


Ouve!... Reinam lá fora o gelo e a ventania
Por linguagem da noite ao coração inquieto
Dos romeiros da dor, suportando sem teto
Penúria e solidão na jornada sombria!...
Ouve mais!.... Rente ao lar, alguém se te anuncia,
Acena com brandura e fala em tom discreto,
Solicita em favor dos famintos de afeto
Uma réstea de paz, um raio de alegria...
Ouve!... Ergue-te e sai!... Na estrada, ao desabrigo,
Doce mão se estende e anseia estar contigo
Para mostrar-te a vida em sentido profundo!...
Esse alguém é Jesus, cuja fé não descansa,
Pedindo-te consolo, assistência e esperança,
A serviço do amor na redenção do mundo.