quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Mensagem para um filho

É comum as pessoas dizerem que somente se valoriza aquilo que se perde. Assim ocorre com a saúde, as amizades, o emprego, os afetos.
Enquanto tudo se encontra à nossa disposição, enquanto estamos desfrutando do aconchego das pessoas e do conforto que os bens materiais nos proporcionam, quase nunca lhes damos o devido valor.
Talvez seja esse o motivo que levou um casal a escrever uma mensagem especial para sua filha Rachel, de dez anos de idade, após receber a notícia de que ela era portadora de um câncer cerebral.
Enquanto lutavam para conseguir os recursos para a cirurgia que poderia evitar sua morte, eles escreveram:
Filha querida. Apenas nesta manhã, nós vamos sorrir quando você rir, mesmo sentindo vontade de chorar.
Apenas nesta manhã nós vamos deixar você escolher o que vai vestir, e sorrir e dizer o quanto você está ótima.
Apenas nesta manhã vamos deixar a roupa para lavar de lado, pegar você e levá-la ao parque para brincar.
Apenas nesta manhã nós vamos deixar a louça na pia e aprender com você a montar o quebra-cabeça.
Apenas nesta tarde vamos desligar o telefone, manter o computador fora do ar e sentar com você no quintal e soltar bolhas de sabão.
Apenas nesta tarde nós não vamos gritar nenhuma vez, nem mesmo resmungar, quando você gritar e acenar para o carrinho de sorvetes. Se ele passar, vamos comprar um para você.
Apenas nesta tarde não vamos nos preocupar com o que você vai ser quando crescer.
Apenas nesta tarde nós vamos deixar você ajudar a assar biscoitos e não vamos ficar atrás tentando consertá-los.
Apenas nesta noite vamos segurá-la nos braços e contar-lhe uma história sobre como você nasceu e como nós a amamos.
Apenas nesta noite vamos deixar você espirrar a água do banho e não vamos ficar nervosos.
Apenas nesta noite vamos deixar você ficar acordada até tarde, enquanto ficamos sentados na soleira, contando todas as estrelas.
Apenas nesta noite nós vamos nos aconchegar ao seu lado por horas e perder nossos shows favoritos na TV.
Apenas nesta noite vamos passar os dedos entre os seus cabelos, enquanto você ora, e vamos simplesmente ser gratos a Deus por ter nos dado o maior presente do mundo.
Vamos pensar nas mães e nos pais que procuram por seus filhos desaparecidos. Nas mães e pais que visitam a sepultura de seus filhos ao invés de suas camas.
Nas mães e pais que estão em hospitais vendo seus filhos sofrerem, gritando por dentro que não suportam mais.
E, quando lhe dermos um beijo de boa noite, nós vamos abraçar você com mais força e por um pouco mais de tempo.
Então, vamos agradecer a Deus por você e não pediremos nada a Ele, a não ser mais um dia.
*  *  *
Se você possui uma esposa, mãe, filhos, não se esqueça de amá-los, enquanto estão ao seu lado.
Não espere amanhã, nem depois. Os dias passam muito rapidamente e, logo mais, quando você desejar abraçar os seus filhos, eles poderão estar distantes, em outros países, gerenciando suas próprias vidas.
Não espere amanhã para dizer à sua esposa que a ama. Diga hoje. Nunca detenha o gesto de carinho, de afeto e de ternura.
Amanhã poderá ser tarde demais porque um de vocês poderá estar em outro lugar, em outra circunstância. Até mesmo, no mundo espiritual.

Redação do Momento Espírita, com base em
página assinada por George Arlington, colhida da
internet (Magic Web Design).