segunda-feira, 7 de abril de 2014

PERMUTA INCESSANTE

Embora nem sempre se reconheça isto, de maneira consciente, no mundo, estamos
constantemente trocando valores que a existência nos confere por elementos que nos
ajudam ou desajudam, enriquecendo a vida ou empobrecendo-a por nossa conta.
*
Poder, fortuna, inteligência, força, cultura ou habilidade são recursos que a Divina
Providência nos situa nas mãos.
*
Tudo o que a Terra possui, em matéria de bem ou de mal, luz ou treva é resultado de
permuta efetuada pelos homens, no curso do tempo, na utilização dos meios que Deus lhes
confia.
Em virtude disso, temos no plano físico, os negócios materiais alicerçados em mercado
terrestre e negócios da alma envolvendo interesses do espírito imperecível.
Uma casa, na essência, é fruto de uma transação. Aqueles que levantaram deram
trabalho e suor ao tempo e o tempo lhes retribui com a esperada realização.
*
Um plano concretizado é a justa equação de um convênio perfeito.
A criatura insiste com os próprios anseios, junto às Leis do Universo, e as Leis do
Universo lhe atendem aos anelos, dando-lhe forma aos pensamentos.
*
Observa o que fazes de ti, em que te trocas.
Ainda que o não reconheçamos, de pronto, cada um de nós se dá por aquilo que
busca.
*
Basta raciocines quanto à responsabilidade de viver e perceberás que a tua própria
existência é um ajuste incessante entre as escolhas que eleges e os agentes imponderáveis
da natureza que respondem às decisões. Por isso mesmo, estamos hoje naquilo em que nos
demos ontem e, naquilo em que nos traçamos hoje, estaremos fatalmente amanhã.