domingo, 15 de junho de 2014

PRONTUÁRIO DA ALMA

Quanto mais se aperfeiçoam as técnicas e processos de vivência na civilização, mais se ampliam os
dispositivos de proteção e defesa, a benefício da vida humana.
Leis de trânsito previnem acidentes.
Isoladores controlam cargas elétricas.
Antibióticos extinguem infecções.
Anestésicos frustram a dor.
**
Recorda que o progresso do mundo te faculta igualmente criar um prontuário da alma, capaz de
imunizar-te contra desespero e amargura, angústia e insatisfação.
Referimo-nos ao binômio “serviço e esquecimento”. Suscetível de conferir-nos tranqüilidade sempre
que seja posto em ação.
**
Quando apareça, o sofrimento nascido de supostas decepções ou ingratidões do comportamento
alheio, trabalha para o bem e olvida toda o mal
**
Se entregarmos o coração em tais circunstâncias ao fel do pessimismo ou se alugamos a palavra ao
domínio da queixa, será justo interrogar-nos quanto à inconseqüência de nossa própria atitude.
Ressentimento ou desânimo de nossa parte traduziriam superestimação de valor, com respeito a nós
mesmos, e espírito de irritação ou de azedume pressuporia, de nosso lado,a posse de uma
superioridade ilusória.
**
Forçoso compreender que todos nós, os espíritos em evolução na Terra, estamos ainda longe do
aprimoramento a que aspiramos chegar.
E para a iniciação de semelhante burilamento ou mesmo para continuar dentro dele depois de
começado,é indispensável contribuir na formação da felicidade de outrem, sem que outrem nos deva
retribuir.
**
Em quaisquer dificuldades e males, procura a prática do bem e, na lavoura incessante do bem, busca
transpor obstáculo a obstáculo, na certeza de que assim liquidarás problema a problema.
Isso porque “servir e esquecer” serão sempre as base da harmonia e da elevação. E a vida assim
será constantemente porque se hoje somos chamados a agir em socorro aos outros, amanhã
provavelmente serão os outros chamados a agir em socorro a nós.